A assombração do Bicho (Covid-19)

Bom dia a todos. Começa agora a viagem pelo mundo das modalidades, do Sporting até à atualidade mundial. Muitos temas abordados, destacando jogos e momentos chaves nesta nossa viagem pelo mundo apaixonante das modalidades.

Basquetebol

Para começar e depois de ter abordado a NBA e a WNBA no programa de ontem (link), aqui abordo outros campeonatos.

A atualidade no basquetebol nacional está marcada pelo Covid, não só pelos cuidados e pelo regresso, mas porque nesta altura o professor Luís Magalhães e o nosso treinador adjunto Flávio Nascimento estão de quarentena. Além disso, as equipas seniores masculina e feminina do SL Benfica, depois dos casos positivos, decidiram suspender a pré-época e testar toda a gente, após os positivos do Betinho e do adjunto Nuno Ferreira depois do jogo com a Oliveirense.

O duelo entre o Esgueira e o Queluz pelo apuramento de subida para a Liga Feminina foi adiado. Com a incerteza no basquetebol, o Sporting jogou com o FC Porto, o Queluz com o Carnide e terá sido aí que as jogadoras foram contagiadas, por isso poderá ser algo bem pior e com mais casos positivos de covid-19.

No que diz respeito ao jogo jogado, a equipa masculina do Sporting conquistou o Troféu Stromp, depois de derrotar a Académica por 92-76. Uma boa vitória, mais um Stromp que ficou em casa e já deu para ver algumas coisas em relação ao nosso jogo e, principalmente, em relação a alguns dos reforços. Sem Luís Magalhães nem Flávio Nascimento no banco, foi António Paulo Ferreira a assumir a função de treinador. Começamos com 4 que transitaram da época passada de início Ventura, Ellisor, Travante e João Fernandes e a nossa novidade foi John Fields, o único reforço a iniciar o jogo. Enfrentámos uma equipa com ritmo e no início acusámos alguns problemas.

Mesmo superiores, os erros anormais foram se repetindo. Foram demasiados turnovers, algo que vai mudar com o tempo, mas divide-se em dois o Sporting, com Fields e sem Fields, ou seja com uma referência dominante nas tabelas e sem ela e aí, o Sporting jogou um “quase” small ball. Muita troca de bola, muitos passes, sem a referência, deixámos de lado o jogo interior e passámos a procurar mais o jogo exterior e a vitória surgiu com essa mudança e o subir de nível. Com o tempo os acertos vão ser maiores. porque falhamos muitos pontos.

Destacaram-se, claro, Travante como o maior pontuador. com 25 ponto.s e já ficou evidente que Shakur Smith vai ser dos destaques da época. porque era o base que Luís Magalhães procurava e o Fields. claro. também esteve bem. O físico impressiona e assim que se começar a soltar vai se destacar ainda mais. O nosso próximo jogo vai ser com o Friburgo a contar para a Liga dos Campeões, na Bulgária no dia 23 num jogo único.

A Académica que assegurou a subida de divisão uns dias antes deste jogo no troféu Stromp, depois de conseguir uma vantagem de 12 pontos (84-72) na primeira mão da eliminatória com o CD Póvoa, a Briosa voltou a vencer no segundo jogo por 77 x 82, garantindo a primeira participação na Liga Placard desde 2013/14.

Em outras notícias, o Real Madrid conquistou a supertaça espanhola, 72-67 foi o resultado final num grande jogo de basquetebol, em que o Real teve em Facundo Campazzo a grande figura. Foi mesmo o MVP num jogo muito equilibrado, onde se destacou a melhoria defensiva dos catalães. Sarunas, Campazzo e também Gabriel Deck, no Real, e Leandro Bolmaro no Barça destacaram-se, mas o que fica é já a grande melhoria do Barcelona em relação a anos anteriores.

Temos de destacar vários torneios, como o “We are back”, em Kaunas, vencido pelo Milano que bateu na final o Zalgiris, num grande duelo que terminou com 88-70 para os italianos. Já deu para ver Kevin Punter, reforço do Milano, em evidência com 26 pontos num Milano que já dá mostras de estar bem mais forte que o ano passado.

Em Valencia, destacar a vitória do Olympiakos sobre o Bayern Munich por 82-68. Os gregos estiveram a perder e conseguiram dar a volta graças a um grande jogo do Giannoulis Larentzakis

Andebol

No andebol, começamos claro pela estreia do Sporting no campeonato nacional com uma vitória esperada frente ao Boavista por 31-17. Era um jogo com obrigatoriedade de vitória para nós e foi isso que aconteceu.

A primeira notícia foram as ausências de Jens Schöngarth  e Dmytro Doroshchuk. Jens por precaução, como explicou o mister Rui Silva, e Doroshchuk devido a uma lesão no joelho que já vem de trás e que ainda nesta altura não é conhecida a gravidade e a situação desta lesão.

Do jogo fica a tranquilidade, com Carlos Ruesga que chegou aos 600 golos de leão ao peito e ainda a estreia do jovem Duarte Seixas. Djukic, mais uma vez, o melhor, algo que vai acontecer muitas vezes, com 7 golos marcados. O 7 inicial e o que é o nosso 7 base tem Skok, Djukic, Frankis, Salvador, Valdes, Bingo e Ruesga, alternando com Salvador, mas pela diferença existente serviu para testar o jogo ofensivo da equipa. Clarac aproveitou a oportunidade para, mais uma vez, mostrar a sua qualidade e a capacidade física a juntar aos golos que marcou fizeram dele novamente um dos destaques  e reforçando a ideia que vai ser importante ao longo época, aproveitando e rendendo sempre a cada oportunidade dada por Rui Silva. Evidenciamos novamente os problemas defensivos, mais concretamente na defesa a 9 metros, sofremos muitos golos aí. Falta claramente uma melhoria na assimilação das ideias de Rui Silva e precisamos de ser muito mais agressivos.

Alem do Sporting, houve grandes jogos para quem gosta de andebol. As coisas estão “quentinhas” com grandes jogos e ótimos momentos de andebol.

Percorrendo a atualidade, falamos do FC Porto que se estreou na EHF Champions League com uma derrota por 28-30 frente ao Elverum, uma surpresa e um péssimo começo com aquela que é a pior equipa do grupo. O Porto ganhou tranquilamente frente ao ABC por 36-18, que está longe do ABC do passado, mas a derrota com o Elverum, além de ser um mau começo, trouxe ao Porto problemas maiores, porque o central Rui Silva lesionou-se com gravidade. Por isso, um dia péssimo para os dragões duplamente derrotado.

Ainda pela atualidade nacional, depois da eliminação das competições europeias, o SL Benfica venceu o Aguas Santas por 26-22, demonstrando mais uma vez muitos problemas. António Campos entrou em grande no jogo, mas o ataque do Benfica continuava a falhar e Matic continua a dar mostras de falta de qualidade. Coletivamente, a equipa esteve inexistente e sem fluidez no ataque e, enquanto o central Kukic demonstrou problemas no Benfica, Pedro Seabra Marques fez um belíssimo jogo nos Maiatos. Foi o melhor jogador em campo, a seguir a Sergio Hernandez, mas foi até ao final um jogo equilibrado. O 9-11 de vantagem para a equipa da Maia ao intervalo espelhava bem isso, mas na segunda parte a equipa da Maia quebrou fisicamente e foi aí que os encarnados conseguiram empatar e passar para a frente, acabando por vencer por 26-22.

Muitos jogos ao longo dos últimos dias, vou tentar destacar alguns dos melhores. Começo pela vitória do Veszprem sobre o Nantes por 24-28. O Vesprém vem de vencer a Liga Seha, como já escrevi a semana passada. O Nantes estreou-se aqui neste jogo e até por isso podemos dizer que é um resultado muito honroso para os franceses, que já não eram favoritos, e que, principalmente nos últimos 15 minutos, quebraram fisicamente devido à diferença de preparação entre as equipas. Mas foi um grande jogo, muito equilíbrio, o Veszprém esteve sempre por cima apesar do equilíbrio. Corrales (17 defesas em 48 remates, ou seja 35,4% de defesas!!!) foi, mais uma vez, enorme na baliza dos Húngaros. Os franceses falharam e erraram muito no ataque, não pelas defesas de Corrale,s mas também pelos muitos turnovers que a equipa cometeu, ainda mais evidentes frente a uma defesa muito boa liderada por Blaz Blagotinsek. Manaskov, com 5 golos em 6 remates, foi a maior figura a seguir a Corrales. Destaco os bons pormenores do jovem pivot Théo Monar de 19 anos nos franceses.

Outros jogos, o Barcelona, sem o treinador Xavi Pascual que está de quarentena, começou a fase de grupos da EHF Champions League frente ao Motor a ganhar por 25-30, com Aleix Gomez a marcar 10 e a ser a maior figura numa vitória confortável dos catalães que chegaram a este jogo depois vencerem o Logrono na Liga Asobal por 37-21. Foi um jogo em que se destacaram Dika Mem e Aron Pálmarsson, com 6 golos e onde o nosso tuga Luís Frade marcou 2 golos em 3 remates.

O jogo PSG – Szegad foi adiado devido aos casos positivos e com isso os jogadores dos húngaros ficaram em quarentena. Destaco ainda que a Liga Asobal não vai sofrer uma dissolução. Apesar de esse cenário ter estado em cima da mesa, os clubes em Espanha uniram-se e reprovaram essa possibilidade e assim temos eleições marcadas. Com este remar de todos para o mesmo lado, podemos esperar o crescimento do campeonato espanhol, evitando assim o buraco que podia cair se a dissolução tem sido aprovada.

Na liga dos campeões feminina, as alemãs entraram a perder. As bicampeãs Bietigheim perderam por 26:33 frente às dinamarquesas do Esbjerg, num belo jogo de andebol. A melhor jogadora em campo foi Julia Maidhof nas alemãs, registando 5 golos, num jogo onde a superioridade física das dinamarquesas fez toda a diferença. O Esbjerg mostrou que é uma das melhores equipas europeias e aproveitou cada erro das alemãs para garantir a vitoria tranquila. Já a outra equipa alemã, o Borussia Dortmund, foi derrotada no terreno do Odense por 27:32. Curiosamente, a jornada inaugural na Dinamarca teve um Esbjerg contra o Odense, onde a superioridade das campeãs foi muita, vencendo o Odense por 32-22.

Um dos grandes jogos nesta jornada europeia foi com CSM Bucareste, a equipa romena, que venceu o jogo em casa contra o Metz por 31:26. Os maiores destaques foram a estrela Christina Neagu com 12 golos, Barbara Lazovic que marcou cinco vezes. Olga Perederiy e Tjasa Stanko marcaram cada uma quatro golos e foram os maiores destaques nas francesas.

O grande jogo, que ditou a grande surpresa desta jornada inaugural, foi o empate a 27 entre o CSKA e as super favoritas Györi Audi ETO. A melhor jogadora foi a experiente Anita Görbicz que salvou o Gyori no final com o seu quinto golo que valeu o empate. O ambicioso clube da capital russa teve como artilheiras Elena Mikhaylichenko  e Darya Dmitrieva. Uma entrada em grande das russas que apostaram muito forte e que têm muitas ambições já para este ano.

Voleibol

Como habitual, começo pelo Sporting que, tal como o basquetebol, está sem treinador, visto que Gersinho também está em casa de quarentena devido ao resultado positivo de covid-19

Falando dos jogos, depois da conquista do troféu Stromp, primeiro vencemos o Leixões por 3-0 (25-15, 25-13, 25-21) e depois o Sporting foi derrotado pelo Fonte Bastardo, por 3-2 (28-26, 18-25, 20-25, 25,20 e 13-15), repetindo esta derrota tal como na pré-época de 2019. Com isto, vamos encontrar o SL Benfica. Uma derrota na pré-época não é algo de novo, aliás aconteceu na época 2018/2019, quando fomos duas vezes derrotados pelo SL Benfica, no torneio das vindimas por 3-2 e na supertaça por 3-0, e o ano passado fomos derrotados pelo Esmoriz no Torneio das Termas por 3-0 e, em seguida, também pelo Fonte Bastardo por 3-0 no torneio das vindimas.

Este ano até demos melhores indicações do que o ano passado. Foi uma derrota que revelou vários problemas. Se o nosso bloco parece cada vez mais forte, o contrário acontece com a receção e a distribuição, evidentes no jogo com o Fonte Bastardo. Com o Leixões, a vitória foi tranquila. Gersinho optou por não rodar muito a equipa. Como disse, o bloco está muito bem e neste jogo um dos destaques foi a eficácia no serviço, mas foi um jogo controlado. No dia seguinte, foi bem diferente estivemos mal em quase tudo. Muitas falhas, muitos erros, o serviço que tinha estado tão bem no dia anterior esteve muito mal, além disso, principalmente no quarto set, acusámos o cansaço, mas quando se erra tanto na receção, serviço e distribuição, uma vitória fica impossível. Mas estamos no começo, vamos jogar muito mais (mau seria se não fosse assim), com muita coisa para corrigir. Levi precisa de tempo para recuperar, falta entrosamento entre todos, Paulo Victor já se vai destacando, o mesmo com o Victor Hugo, até o Bruno Canhoto foi mostrando alguns pormenores, por isso vamos melhorar bastante e ficar longe deste tipo de exibições. A final é o mínimo para o Sporting. Vamos jogar já com o Benfica e temos que vencer, como teríamos que o fazer na final. Se jogarmos como com o Leixões sem muitos erros podemos discutir, se for como com o Fonte Bastardo nem por isso e aí o 3-0 é o cenário mais provável.

Ah e não deixem fugir o Bruno Cunha.

Mais atualidade do voleibol na liguilha de subida, o CD Póvoa venceu o Ala de Gondomar por 0-3 (parciais de 14-25, 18-25 e 19-25), assumindo a liderança e ficando assim mais perto da subida.

A nível internacional, a supertaça italiana masculina já não se vai realizar no exterior na bonita Arena di Verona, isto porque aprenderam com erros depois da supertaça feminina ter sido disputada no exterior em Vincenza que, apesar de muito bonito, criou vários problemas as jogadoras. A humidade foi um dos principais problemas chegando mesmo a colocar em risco a segurança das jogadoras e por isso bem a liga italiana a tomar esta decisão.

Nos jogos na supertaça masculina, o Trentino regressou em grande nas meias finais, vencendo o Lube por 3-2 com parciais de 21-25, 25-19, 16-25, 25-21, 15-9. Nimir Abdel-Azi, com 23 pontos, foi a estrela do encontro, Yoandy Leal marcou 19 para o Lube, insuficientes para a vitória.

No outro jogo tudo mais tranquilo para o Peruggia que venceu por 3-0 o Modena, com parciais de 26-24, 25-23 e 25-20. A grande figura da partida foi, claro, Wilfredo León com 16 pontos num jogo em que o Peruggia foi superior e soube gerir muito bem.

Na supertaça russa com muito ainda para acontecer, destaco o Kemerovo, a equipa que vai imparável neste inicio. São 6 vitórias em 6 jogos, muito graças ao italiano Ivan Zaytsev que está a jogar muito bem, sendo a figura ate ao momento na Rússia.

Na supertaça Turca, destaca para a vitória do Fenerbahçe por 3-2 com os parciais de 22-25, 26-28, 25-20, 25-17, 15-12 sobre o Altekma, com Arinze Kelvin Nwachukwu a ser a grande figura, com 21 pontos para o jovem nigeriano de apenas 18 anos que mostrou neste jogo que está mais que capaz de começar a brilhar.

No feminino, vamos ter hoje o troféu Stromp. Curioso para ver esta equipa jogar e muitas das novas caras, frente ao Belenenses às 15:30.

Pela atualidade internacional, tivemos o começo da liga Polaca e este primeiro jogo deu logo uma partida emocionante e com uma surpresa. A equipa Grot Budowlani Łódź foi surpreendida e derrotada pela recém-promovida Joker Świecie. Foi a estreia desta equipa na elite do voleibol polaco e logo com uma bela vitória por 3-1, com os parciais de 25-19, 23-25, 25-22, 25-22. Mmelhor estreia era impossível, numa equipa que não tem jogadoras estrangeiras e que teve na oposto Joanna Sikorska a grande figura da partida com 20 pontos e uma exibição de encher o olho.

Na Turquia, o Besiktas foi atropelado por 3-0. Os problemas financeiros deixaram uma equipa jovem que vai sofrer muito este ano, como se viu aqui neste jogo. Os parciais foram de 25-7, 25-9, 25-9 e o Besiktas nem nunca conseguiu chegar a uma dezena de pontos e isso diz bem da diferença para o Eczacıbaşı. Já as candidatas do Kuzeyboru venceram o Gençlik por 3-1, uma demonstração de força num duelo com uma equipa adversária aos primeiros lugares.

Termino com a atualidade nacional, onde na final da supertaça vamos ter um duelo entre o Porto Vólei e o AJM FC Porto. O Porto Vólei confirmou o favoritismo e venceu as açorianas do Clube Kairós por 3-1 (18-25, 25-9, 25-17,20-25 e 15-9).

No que diz respeito à subida na liguilha, CS Madeira vai enfrentar o Vitória de Guimarães e o SC Espinho vai defrontar o SL Benfica. As equipas vencedoras garantem a subida, equipas que na melhor das hipóteses vão discutir o top 8 e dificilmente mais do que isso, apesar de equipas com boas jogadoras.  

Por esta semana é tudo. Fica mais uma semana de muitos jogos que nos fizeram suspirar. Destaquei alguns, mas eram muitos mais. Por isso repetindo o que eu sempre digo, espero que gostem, vejam e apoiem as modalidades e um bom fim de semana desportivo para todos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *