A primeira voz do fim de semana

Esta semana temos dois artigos, este é o de sábado para abrir o apetite para um fim de semana de atualidade desportiva.

Vemos primeiro a atualidade do basquetebol, em que começamos pela atualidade nacional, e de seguida a internacional, tanto a nível masculino e como feminino.

Depois temos o ciclismo, o automobilismo e ainda o hóquei em patins. Espero que gostem deste primeiro artigo nesta jornada dupla.

Basquetebol

Vamos começar pelo Sporting que na última jornada venceu o Maia por 96-66, um jogo tranquilo do Sporting, com o Travante a marcar mais de 30 pontos, e num jogo que deu para ver mais de outros jogadores como Manjate e João Fernandes.

Tivemos o regresso da equipa ao João Rocha um mês depois. Henry estava lesionado, mas Shakir Smith teve mais tempo de jogo.

O Sporting entrou com tudo, com a equipa da Maia a sentir mais dificuldades. O Sporting foi sempre melhor, a vitória nunca esteve em causa, mas o Maia em certos períodos conseguiu mostrar bons pormenores.

O clube leonino foi mais forte como esperado, Travante como sempre esteve on fire, Shakir fez o seu melhor jogo, não só por ter tido mais minutos, mas porque conseguiu mostrar mais e conseguiu pensar mais o jogo.

Foi um bom jogo e nada a dizer sobre esta vitória, no entanto do lado do Maia ficaram algumas lacunas, mesmo assim o Romani Hansen esteve em grande neste jogo mostrando que ele vai ser das figuras desta liga.

Em outros jogos nacionais, o Benfica venceu o Imortal por 97-84.

Foi uma entrada muito má dos encarnados, ao perderem o primeiro quarto para os algarvios. No segundo período o Benfica melhorou e conseguiram dar a volta, tendo consigo manter a vantagem. Ainda assim, fica um mau jogo do benfica onde valeu um acerto enorme de triplos, pois o jogo interior do Benfica continua a falhar muito.

Já o Porto venceu o Vitória SC por 76-71 num jogo que já se sabia que ia ser difícil.

O Porto teve uma exibição pobre e o mau jogo de alguns elementos fez com que a equipa tivesse um jogo mais complicado. Valeu aos dragões um último período acima do Vitória. Nessa altura, diversos jogadores do Vitória complicaram o jogo: Landis mais apagado, Gordon e Tinsley nem se viram. De realçar os minutos dados ao Voytso.

No feminino, destacar mais uma vitoria do Quinta dos Lombos, desta vez por 58-46 sobre o Vagos.

A jogadora Raphaella Silva esteve mais uma vez em destaque como tem sido durante este início de temporada. Poderá ser já este ano que ela dá o salta para uma liga maior, pois é uma belíssima jogadora.

No grande jogo da jornada, o União Sportiva venceu o Vitória SC por 90-88.

Gabriela Paula brilhou no União com 15 pontos, de resto tivemos um jogo equilibrado que proporcionou um belo espetáculo. A maior quantidade de opções do União acabou por fazer a diferença num duelo tão equilibrado.

Em Espanha, o Real Madrid garantiu a quinta vitória em cinco jogos, ao bater o Obradoiro por 84-77.

Walter Tavares foi fulcral nas tabelas e Laprovittola de mão quente a fazer 4 de 4 triplos. O Real segue imparável na liga.

Ainda na liga Espanhola destaca-se a vitória do Unicaja por 84-80 sobre o Gran Canaria. Não só foi um duelo de bom basquetebol, como também foi um jogo em que Brizuela apareceu mais uma vez para brilhar e encantar todos. Além deste jogador destacar o jovem de 16 anos Yannick Nzosa, que tem sido uma das revelações do basquetebol espanhol e europeu.

Por outros campeonatos destacar o italiano onde o Olimpia Milano continua invencível, liderando nesta altura com 8 pontos, com 4 jogos 4 vitorias. Desta vez teve uma vitória clara sobre o Virtus Roma por 93-71

Moretti e LeDay foram dois jogadores em destaque, em que Ettore Messina usou este jogo para poupar atletas.

Em Itália temos também o Virtus Bologna de Teodosic, que continua a não jogar como esperado e que voltou a perder, desta vez com o Reggiana por 67-77.

Foi um jogo em que se destacaram Brandon Taylor do Reggiana e Giampaolo Ricci do Virtus.

Na Turquia, o Fenerbahçe e o Anadolu Efes continuam sem perder e seguem imbatíveis; já na Grécia começa hoje o campeonato.

No basquetebol feminino o grande destaque vai para a Espanha onde o Avenida tem já 6 vitórias em 6 jogos.

Esta última vitória foi conseguida perante o Cadi La Seu 70-50. Foi um grandíssimo jogo de Emese Hof com 20 pontos.

Em Itália, Bologna, Venezia e Schio seguem imparáveis com 4 vitórias em 4 jogos para cada uma destas equipas. Bologna venceu o Sassari por 72-68; já o Venezia e o Schio tiveram jogos bem mais tranquilos, numa jornada onde Brooque Williams do Bologna foi a figura com 25 pontos e um grande jogo.

Nas competições europeias vários bons jogos, mas vou destacar a vitória do Valência sobre o Zalgiris por 94-82, com Kalinic a ser o homem do jogo.

Tivemos um Valência que foi muito forte e venceu os lituanos que são nesta altura uma das equipas em maior destaque no basquetebol europeu.

Outro jogo em destaque foi a vitória do Crvena Zvezda sobre o CSKA por 86-84 num grande jogo, um dos melhores em muito tempo no basquetebol europeu, onde o Jordan Loyd brilhou com 31 pontos.

Ciclismo

No ciclismo, além do Giro, que foi o tema do programa, tivemos mais corridas importantes.

Na Bélgica tivemos duas clássicas:

A Ronde Van Vlaanderen (Volta a Flandres), que nos deu o duelo que tanto esperávamos, Mathieu Van der Poel vs Wout Van Wourt. O holandês e o belga ficaram sozinhos na frente da corrida depois da queda de Julian Alaphilippe quando os três seguiam isolados. Com isto, os dois voltaram a proporcionar um duelo que já tínhamos visto muito no ciclocrosse, finalmente tivemos outro grande duelo que desta vez foi ganho por Van der Poel. Mathieu Van der Poel levou a melhor numa luta que foi até ao último milímetro.

O norueguês Alexander Kristoff fechou o pódio numa corrida onde o único português presente, o Rui Oliveira, foi 65º a 7:26.

Na corrida feminina tivemos domínio holandês e como tal uma vencedora holandesa como tinha acontecido na corrida masculina. Chantal van den Broek-Blaak venceu isolada com 1:01 de vantagem. A holandesa não vencia desde março em Le Samyn, e bateu Amy Pieters e Lotte Kopecky que fecharam o pódio.

A outra corrida em destaque também ela na Bélgica e que serviu para encerrar o período das clássicas, foi a Driedaagse De Panne Desta vez a corrida teve apenas um dia.

A corrida masculina, como quase sempre acontece neste tipo de competição, teve a Deceuninck em grande forma, a dominar e a vencer. A corrida foi animada desde os primeiros kms, com uma queda que afastou o favorito Mathieu Van der Poel da discussão da etapa. A Deceuninck teve sempre muita gente na frente, tendo cheado aos últimos 10 kms com 5 elementos da equipa belga na frente. Com este cenário, o ataque de alguém da equipa era inevitável,e foi o que aconteceu.

Yves Lampaert atacou já dentro dos últimos 7 kms e nunca mais foi apanhado, tendo conseguido a vitória na última clássica do World Tour deste ano. Tim Declercq da Deceunick conquistou um excelente 2º lugar, diante de Tim Merlier que fechou assim o pódio totalmente belga.

Na corrida feminina mais uma vez a vencedora foi holandesa. Lorena Wiebes da Sunweb foi a mais forte numa corrida que terminou com um cenário diferente da masculina. As atletas terminaram num grupo de 17 ciclistas, numa corrida inicialmente muito atacada, mas que mesmo assim não impediu que um grupo grande chegasse à meta e discutisse a etapa. Lorena Wiebes foi a mais forte, sendo esta a terceira clássica do ano para a holandesa. A alemã Lisa Brennauer foi segunda e em terceiro mais uma vez ficou a belga Lotte Kopecky da Lotto Soudal.

No MBX, Bruno Cardoso (BMX VTT Limonest) conquistou o campeonato nacional na categoria de elite, confirmando o favoritismo para a prova disputada na pista olímpica integrada no Centro de Alto Rendimento de Anadia, na freguesia de Sangalhos.

Bruno Cardoso foi o melhor, relegando o vencedor da Taça de Portugal, Pedro Amaral (CBP-Clube Bicross de Portimão), para o segundo lugar e Daniel Marques (Escola de BMX AMUPB) para o último lugar do pódio.

Renato Silva (Team BMX Quarteira), apesar de ainda ter idade de cadete, conquistou o título de juniores. Dmitiy Popyk (Team BMX Quarteira) triunfou em cadetes. Rita Xufre (Núcleo Bicross de Setúbal/Knowledge Inside) foi a melhor feminina na faixa etária 13/16 anos.

Automobilismo

Tal como falei no programa, vamos abordar a atualidade do automobilismo.

Para começar, na F1, Lewis Hamilton ganhou o GP Eiffel e igualou Michael Schumacher com 91 vitórias. Hamilton deixou o segundo classificado, o holandês Max Verstappen (Red Bull), a 4,470 segundos, e o australiano Daniel Ricciardo (Renault) a 14,613 segundos.

Esta foi a sétima vitória da temporada para Hamilton em 11 corridas disputadas, piloto que lidera o Mundial de Fórmula 1 com 230 pontos, alargando para 69 a vantagem sobre o finlandês Valtteri Bottas, seu companheiro na Mercedes.

Na atualidade do WRC Dani Sordo venceu o rally Italiano da Sardenha na sexta ronda do FIA World Rally Championship. Sordo venceu com 5.1 segundos sobre o seu colega Thierry Neuville e Sébastien Ogier fechou o pódio.

Hóquei em Patins

Vamos para a última modalidade deste sábado, deste primeiro artigo do fim de semana.

No hóquei masculino português, tivemos uma jornada onde o Benfica foi derrotado pelo Riba D´Ave, o Porto não jogou devido aos casos de COVID-19 e onde o Oliveirense veio ao Ribatejo perder com o Sporting de Tomar.

Falando do Sporting, recebeu e venceu o Famalicense por 10-2, um resultado que não deixa dúvidas. Atuaram de início Girão, Platero, Telmo Pinto, Pedro Gil e Alvarinho, tendo ficado de fora Ferrant Font e Alessandro Verona. Uma segunda parte melhor que a primeira, mas com um Sporting sempre dominante, numa vitória que nunca esteve em causa. João Souto e Toni Pérez marcaram cada um deles um hat-trick. Uma vitória tranquila antes de um duelo bem mais exigente com o Turquel.

O Benfica foi perder a Riba D´Ave por 5-4. O Benfica viveu muito da magia de Ordonez, que foi insuficiente para levar a melhor e vencer o jogo.

Pedro Henriques falhou como poucas vezes acontece, notando-se que Llamas claramente faz falta na equipa. Os encarnados acabaram derrotados num jogo com muitos erros, com uma arbitragem que, como muitas vezes acontece, se tentou evidenciar. Fica um jogo mau em que o Riba D´Ave soube vencer, aproveitando bem as falhas e os erros das águias.

No jogo em Tomar, Xanoca foi a figura ao marcar 3 golos, numa derrota surpreendente que demonstra bem como é forte o nosso campeonato.

A Oliveirense errou e jogou mal, mas os nabantinos conseguiram aguentar o maior ímpeto da equipa de Oliveira de Azeméis. Foi um bom jogo e uma boa vitória para os ribatejanos.

Na atualidade internacional, o Barcelona venceu o Vendrell por 4-8 em mais um grande jogo dos atletas portugueses.

João Rodrigues marcou quatro, Bargallo também fez um grande jogo. O Barça venceu fruto da muita qualidade e da superioridade sobre o adversário.

O João Rodrigues está em alta, mais um belo jogo do luso que se mostrou como a grande figura da equipa neste momento.

O Reus perdeu os primeiros pontos ao empatar com o Caldes por 4-4, Àlex Rodríguez marcou 2 tal como Marc Julià, Marin ficou em branco.

Foram os primeiros pontos perdidos, mas fica um belo duelo de hóquei em patins em que o equilíbrio reinou e onde ambas as equipas acabaram por dividir os pontos.

O Liceo da Corunha continua invencível na OK liga, desta feita ao vencer por 2-0 o Mataró com um golo do Adroher e outro do Carballeira. Liceo com 4 jogos 4 vitórias e uma das equipas que melhor joga neste momento no hóquei europeu.

Por Itália, o Trissino de Caio e Mustang foi derrotado pelo Forte por 5-3. Foi um bom jogo, Mustang marcou um dos golos, com uma boa exibição de João Pinto e de Caio que foram insuficientes para o Trissino vencer.

Lodi, Sarzana e Grosseto são as únicas equipas que continuam sem perder com duas jornadas jogadas. Ficam as boas indicações do Lodi e do Sarzana que parecem as equipas mais fortes neste início de campeonato.

No Hóquei feminino,o Sporting foi derrotado pelo Benfica no pavilhão João Rocha, num duelo entre as equipas mais fortes. O resultado final foi 3-4.

A primeira ocasião de golo nasceu de um lance entre Ana Catarina Ferreira e a Rita Lopes. No entanto, foi o SL Benfica a inaugurar o marcador por intermédio de Maria Silva aos quatro minutos.

O Sporting respondeu com Ana Catarina Ferreira a empatar. O Benfica tentou dominar, mas esse domínio não correu como esperado, uma vez que em alguns momentos o Sporting conseguiu assumir e até estar por cima. No entanto, o jogo das leoas foi feito sempre mais atrás e tentando sair rápido aproveitando os espaços.

As águias voltaram a colocar-se em vantagem aos oito minutos, quando Agustina Fernández marcou. As Leoas responderam à altura na cobrança de um livre direto. Ana Catarina Ferreira não perdoou, fez o ‘bis’ e o 2-2. Depois do intervalo o Sporting entrou melhor e tentou colocar-se na frente, mas não conseguiu e aí apareceu o golo de Maria Silva aos 35 minutos.

Mais uma vez, o Sporting CP empatou o marcador, desta feita depois de um belo e surpreendente remate de Rita Lopes. No entanto, Flor Felamini fez o 3-4 para as visitantes e esse resultado prevaleceu até final, mesmo contra a grande luta dada pelo Sporting CP até ao último segundo.

Fica um jogo onde o mais justo seria o empate, tendo o Sporting dado tudo para vencer, uma derrota num jogo decisivo, como todos os que vão existir entre o Sporting e as águias.

Em outros jogos, na zona norte o Carvalhos continua líder, com 4 jogos e 4 vitórias. Desta feita venceu o Académico por 17-2 com a Raquel Santos mais uma vez em grande destaque com 10 golos.

Na zona centro a Académica de Coimbra também continua líder, sem perder, também com 4 jogos e 4 vitórias esta última por 23-0 sobre o CR Antes.

No hóquei feminino espanhol, o Telecable venceu o Las Rozas por 5-1 com a Marta Piquero em destaque no jogo com um golo e uma boa exibição. O Telecable lidera o grupo A com 10 pontos, 3 vitórias e um empate.

No grupo B o Plegamans lidera com 4 vitórias em 4 jogos depois de derrotar o AsturHockey CP por 9-0, somando já 35 golos nesta temporada. Aina Florenza marcou 3 e foi a figura desta goleada que serviu para confirmar este ótimo início de temporada da equipa.

O primeiro artigo fica por aqui, não percam o de amanhã com ainda mais modalidades. Espero que gostem e agradeço a quem está a ler e quem viu o programa. Obrigado e até amanhã.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *