Adiados e ignorados

Para começar, tivemos ontem o nosso programa e para o nosso sábado, o primeiro artigo do fim de semana, trago um artigo onde vos vou falar da atualidade do voleibol, basquetebol e o hóquei em patins.

Voleibol

Para iniciar esta semana, vamos à atualidade do voleibol que, depois da paragem devido ao adiamento, viu as atividades retomarem e bem com bons jogos.

O Sporting estreou-se nas competições europeias garantindo uma vantagem importante na viagem à Alemanha.

Sporting CP 3-0 HG Giesen Grizzlys nesta estreia na CEV Challenge Cup. Um bom jogo e uma importante vitória para o Sporting que consegue ir para a Alemanha com uma vantagem segura, mas neste jogo tivemos um bom Sporting.

Para esta partida, Gersinho usou o seu 7 inicial mais vezes escolhido, com Renan e Bob na entrada, Hélio e Victor Hugo a centrais, PV a oposto, Canhoto a distribuidor, e Gil e Fidalgo a alternarem a líbero. Muito bem o canhoto, nem sempre o dá para elogiar, mas ele esteve muito bem neste jogo e, principalmente, na entrada de jogo ele foi muito importante. Esteve a um bom nível na distribuição e foi fundamental na leitura. Soubemos jogar evitando os centímetros a mais dos alemães, soubemos contornar tudo o que em teoria poderia ser vantagens.

Mais uma vez, tenho de frisar o bom início de jogo do Sporting. Os parciais foram de 25-20, 25-22 e 25-23. O primeiro set ficou marcado pelos erros não forçados. Com muitas falhas, os alemães tiveram muitos problemas na receção. Os alemães, que não são um poço de técnica, sofreram, mas conseguiram condicionar o nosso jogo, porque também tivemos problemas. Este primeiro set não foi bem jogado, não foi um jogo de voleibol bem jogado.

Os segundo e terceiro sets foram mais equilibrados. Gersinho rodou bem a equipa e deu tempo de jogo a vários jogadores, até porque com o acumular de jogos é fundamental e muito necessário. Continuamos com muitos problemas na zona central. Apesar da melhoria neste jogo do Canhoto e do senhor Miguel Maia ter estado como sempre bem, continuamos a ter os mesmo problemas reais que se vão ultrapassar com o tempo, mas que nesta altura continuam a ser muito evidentes e, em alguns momentos, nos fazem passar pior do que seria normal.

Os alemães não são uma equipa muito forte, mas em alguns aspetos são “toscos”, não têm a nossa técnica, mas são mais altos e não se importam nada de jogar feio.

Temos vantagem e na Alemanha temos que entrar muito fortes e esquecer este jogo, porque já se viu que a equipa não esta bem psicologicamente e, se entrarmos mal, podemos passar pior apesar de sermos melhores e bem superiores.

Resumindo, uma vitória importante, um jogo não muito bonito, mas uma vantagem que nos dá margem.

Ainda a nível de equipas nacionais, tivemos, finalmente e depois de vários adiamentos, a supertaça masculina com o Benfica a vencer o Sporting de Espinho pelos parciais de 25-16, de 25-17 e de 25-21. Uma entrada muito forte dos encarnados, a serem muito superiores e o mais perto que se viu o verdadeiro Espinho foi no terceiro set, mas, mesmo assim, incapazes de darem a volta.

Foi um Benfica muito forte, não se pode dizer nada, foram superiores, entraram muito fortes, não deram espaço ao Espinho e, mesmo com a rotação normal, nunca tiveram a vitória em causa.

André Aleixo teve mais tempo e fez um bom jogo, um dos jogadores em maior destaque nesta partida.

Benfica repete a vitória dos últimos dois anos, com muitos erros do Espinho e um Benfica superior a ditarem este resultado.

Ainda na atualidade nacional, o Viana continua invencível. Neste último jogo, venceram o Leixões por 2-3, com os parciais de 25-22, 25-19, 19-25, 20-25 e 9-15.

No primeiro set, o Viana até esteve na frente fruto de uma boa entrada no jogo, mas nunca conseguiram ganhar uma grande vantagem. Estavam por cima na partida e a meio parecia que o Viana ia começar com um primeiro set, onde chegaram mesmo a ter uma vantagem de 5(10-15) mas depois o Viana começou a errar mais, com mais desconcentrações e tudo mudou ao ponto do Leixões ter conseguido empatar e passar para a frente e acabou mesmo por vencer.

No segundo set, novamente a mesma situação. O Viana superior entrando muito melhor e, até a meio do período e novamente, viu o Leixões aproximar-se, empatar e passar para a frente e acabar por vencer mesmo o segundo set.

O terceiro set foi bem diferente. O Viana nunca deu hipóteses, esteve sempre na frente e venceu de forma incontestável.

No quarto set, o Leixões até entrou melhor, mas o Viana rapidamente recuperou e venceu mesmo, mais uma vez superiores e, ao contrário dos primeiros dois sets, não se desconcentraram nem erraram.

Na negra deu Viana, nada a dizer, mais uma vitória, a oitava vitória para o Viana que, nesta altura, está em segundo com 21 pontos, atrás só mesmo do Benfica que lidera com 24 pontos em 8 jogos.

A nível internacional, a figura da semana é Noumory Keita, dev19 anos. Ele joga nos sul-coreanos do Uijeongbu KB e que esta semana deu um show ao conseguir 54 pontos. Uma jovem promessa do Mali que impressiona cada vez mais. Tem sido uma das figuras na liga sul-coreana, sem dúvida um prodígio que tem espantado o mundo.

Nos campeonatos mais importantes, destaco alguns jogos.

Pela Rússia, realizou-se o grande jogo da jornada, o Kemerovo venceu o Novy Urengoy por 3-2, com os parciais de 23-25, 22-25, 25-20, 25-15, e de 15-13. Assim, o Novy viu a sua série de 4 vitórias interrompida.

Foi um jogo muito equilibrado, onde o Novy só quebrou mais na parte final não conseguindo suster o ímpeto do Kemerovo. Sem surpresas, Ivan Zaytsev, com 27 pontos, foi a figura do jogo, mas de destacar, também, as prestações de Mikhail Shcherbakov e Maksim Zhigalov, o primeiro com 8 dos 17 bloqueios da equipa e o segundo respetivamente com 20 pontos.

Por Itália, temos o Trentino que, depois de uma série muita má nos primeiros jogos, com vários resultados consecutivos a perder, conseguiram voltar a vencer, colocando um ponto final e definitivo nessa má fase.

Desta feita, venceram o Cisterna por 3-1 com os parciais de 25-17, 25-20, 22-26, e de 26-24. Uma grande diferença para o Trentino que víamos nos primeiros jogos, uma melhoria enorme e foi uma vitória que nunca esteve em causa.

Nimir Abdel-Aziz, como sempre, foi o melhor do jogo, desta vez com 19 pontos e uma exibição não tão contundente, mas sempre de alto nível.

Passamos, então, para o terceiro campeonato. Como sempre, destaco 3 e, desta vez, realço a liga brasileira, com o início da mesma.

O Taubaté Funvic confirmou o favoritismo na estreia da Superliga e venceu o Uberlândia por 3-1, com os parciais de 27-25, 23-25 e 25-16, numa partida que teve 1h54 de duração.

João Rafael foi o melhor nesta partida que teve dois primeiros sets muito equilibrados. No primeiro set, o que fez a diferença foi o bloqueio do Taubaté, no segundo as coisas mudaram. O Taubaté cometeu mais erros e Uberlândia defendeu muito melhor e soube aproveitar cada momento e cada contra-ataque para vencer.

Os terceiro e quarto set foram situações bem diferentes. O Taubaté foi superior e venceu sem problemas.

No feminino, começamos pela Turquia para falar do VakıfBank que voltou a vencer. Foi a décima segunda vitória em doze jogos, claramente a equipa favorita a vencer este ano.

Neste duelo, venceram as adversárias diretas do PTT por 3-0, com os parciais de 25-18, 25-13 e de 25-16, num jogo em que deu para ver novamente a muita diferença que existe e em que, mais uma vez, Gabi (Gabriela Guimarães) foi a melhor e a figura em maior evidência.

Para terminar, falar da Rússia, onde na taça tivemos duas surpresas. A primeira com o Lokomotiv a cair perante o Leningradka por 3-1, com os parciais de 20-25, 25-22, 25-20 e de 25-16. A outra surpresa foi o Uralochka que caiu perante o Dínamo Krasnodar.

Foram duas surpresas inesperadas que abrem o caminho ao Dinamo-Ak Bars e ao Dínamo Moscow.

Basquetebol

Para a nossa segunda modalidade de sábado, vamos ao basquetebol, uma modalidade que teve tiro de partida ontem no podcast e que hoje vai ter aqui a continuidade com mais jogos e bons momentos.

Depois das vitórias do Sporting e do Porto, tivemos o Benfica a vencer o Barreirense por 79-92. Nada a dizer desta vitória dos encarnados, estiveram sempre por cima, sempre melhores com espaço para melhorarem e crescerem. Mais uma vez, Caleb Walker foi o melhor dos encarnados, mais uma exibição que reforça a boa contratação. Como já falei não é um ex NBA, não tem o peso e o renome que outros reforços no passado, mas esteve mais uma vez muito bem neste jogo. José Silva, Arnette Hallman, Eric Coleman e Betinho estiveram muito bem, mas para além deles há a destacar Jaylen Key, o jogador da equipa B dos encarnados, que deu nas vistas novamente. Com esta vitória, os encarnados continuam invictos.

No outro jogo, a Oliveirense venceu o CAB Madeira por 87-79 após prolongamento. Foi uma surpresa, principalmente o quarto período onde a Oliveirense sentiu dificuldades. O CAB continua a demonstrar vários problemas, principalmente na luta pelas tabelas, sendo claramente o ponto fraco da equipa, Conseguiram equilibrar o jogo com a Oliveirense que, mesmo com mais dificuldades, chegou ao último período em vantagem, mas foi aí que tudo descambou com um 10-26 neste quarto período. O CAB obrigou a Oliveirense a um esforço adicional para vencer este jogo.

O jogo mais apagado de José Barbosa e o facto de não existir uma alternativa ao base português complicaram as coisas, mas João Grosso e João Guerreiro fizeram um bom jogo. EC Matthews foi quem mais se destacou na equipa de Oliveira de Azeméis, já no CAB foi Arvydas Gydra que e destacou muito com um belo jogo.

Para o basquetebol internacional, na Euroleague tivemos um grande jogo entre o Zalgiris e o Real Madrid, com a equipa de Madrid a vencer um jogo muito equilibrado por 90-93.

Zalgiris, de quem eu gosto muito de ver jogar, é, sem dúvida, uma das equipas que melhor joga e neste jogo viu-se, como uma equipa como o Real Madrid com muitas mais opções sentiu dificuldades. Walter Tavares e Campazzo foram as figuras do Real. Sem a menor duvida, foram quem mais se destacou nos madrilenos, já no Zalgiris não existe uma super estrela e um jogador que se destaque e, mais uma vez viu-se isso. Mesmo sem a profundidade do Real, jogadores como Walkup, Grigonis ou Rubit fizeram um jogo muito bom mesmo sem nenhum deles chegar às duas dezenas de pontos.

Ainda na competição mais importante, o Barcelona atropelou o Alba Berlim por 67-103, com Mirotic e Abrines em maior evidência e o Fenerbahce venceu o Khimki por 83-71, com Dyshawn Pierre e Jarell Eddie a destacarem-se nesta partida. Foi mais um jogo onde se viu como bem joga este Fener.

Na Basketball-Champions-League e dentro dos vários bons jogos, destaco o Tenerife que, depois de uma série sem perder, perdeu. Tal como já tinha falado no programa, perderam com o Barcelona para a liga espanhola e voltaram a perder agora na Champions frente ao Sassari por 92-72.

Fitipaldo fez um grande jogo com 24 pontos, mas foi insuficiente para salvar os espanhóis que não conseguiram parar Tillman e com um Sassari, que apesar de só terem jogado 6 jogadores, conseguiu gerir e vencer sem nenhum problema.

Na EuroCup dos vários jogos, destaco a vitória do Gran Canaria frente ao Promitheas por 98-83. Foi um grande jogo entre espanhóis e gregos, com Mantzoukas a estar formidável nos gregos e Stan Okoye a fazer mais um belo jogo, mais um, ele que tem sido uma das figuras da equipa espanhola.

No feminino, vamos para a Turquia, onde o Fenerbahce, também no feminino, vai brilhando com 8 vitórias em 8 jogos. Esta última vitória foi conseguida diante do Canik Belediye, confirmando o favoritismo e vencendo por 110-54. Nada há a dizer, mas é de destacar por ser o continuar da invencibilidade. Foi um jogo onde Victor Lapena rodou a equipa de forma a dar tempo de jogo a atletas menos utilizadas e daí quem mais brilhou foi a Satou Sabally, novamente. Mesmo com menos tempo de jogo, a estrela da WNBA brilhou muito nesta partida com 21 pontos, é uma jogadora fenomenal.

Outro jogo que destaco é a vitória do Galatasaray frente ao Cankaya por 95-90, num jogo mais equilibrado, mas onde, mais uma vez, Courtney Williams brilhou. A norte-americana fez mais um jogão e encantou novamente com um triplo-duplo, conseguindo neste jogo liderar o Gala para mais uma vitória com 25 pontos. Com esta exibição, a boa partida de Mercedes Russel acabou por ser abafada.

Na Rússia realizou-se mais uma jornada, a quinta, onde tivemos mais ótimos jogos. Destaco o Dinamo Kursk que continua sem perder, 5 jornadas, 5 vitórias, esta ultima frente ao SpartaK por 96-48. Foi mais um jogo sem grande história e onde Arike Ogunbowale voltou a evidenciar-se com 20 pontos, em pouco mais de 15 minutos de jogo. Mesmo sendo poupada neste jogo, brilhou.

O outro jogo na Rússia que destaco é o das segundas classificadas, o UMMC que venceu o Dínamo Moscovo por 675-114, com Courtney Vandersloot em evidência, sempre ela, que grandíssima jogadora que, desta vez, brilhou com duplo-duplo, 26 pontos e uma exibição de fechar o olho e de apaixonar quem viu.

Em Espanha e com o Avenida sem ter jogado ainda, as jogadoras do Valencia venceram o último jogo mantendo assim a invencibilidade, agora a 10-0. Esta última foi uma vitória tranquila sobre o Al-Qazeres por 88-56, com Rebecca Allen novamente a ser a estrela e a grande figura da equipa de Valencia. Mesmo com menos minutos e num jogo um pouco abaixo, ela consegue brilhar.

Hóquei em Patins

No hóquei em patins, tal como em tudo, tivemos o adiamento da jornada e, como tal, o regresso da liga com as principais equipas a não perderem pontos.

O Sporting foi a Barcelos vencer o OC Barcelos por 2-3. A Oliveirense, na deslocação complicada venceu o Valongo por 3-4. O Benfica venceu os ribatejanos do Tigres por 5-1 e o Porto venceu a Juventude de Viana por 4-2.

No jogo do Sporting valeu S. Girão. Claramente mais um jogo onde o melhor guarda-redes do mundo se mostrou. Entrámos muito bem a pressionar alto e estivemos muito bem na defesa que surpreendemos o Barcelos.

Um melhor início não se podia pedir com Souto a desviar a bola dentro de área aos 2 minutos, a inaugurar o marcador. Continuámos melhores e a primeira parte foi nossa com o aproveitamento dos erros do Barcelos.

Mesmo ao chegar ao intervalo, Alvarinho isolado num contra-ataque, finalizou com classe por cima do ombro de Conti Acevedo. Depois na segunda parte, a coisas mudaram e aí, tal como eu disse, valeu Girão que foi fundamental para esta vitória, porque o Barcelos voltou dos balneários com uma atitude bem diferente e teve uma segunda parte muito acima.

Fomos melhores e foi mais um jogo onde complicamos o que podia ser mais fácil, mas é sempre um jogo difícil em Barcelos e, apesar da segunda parte de menor qualidade, é uma vitória importante.  

O Benfica venceu fácil sem problemas o Tigres, por 5-1, sem espinhas e sem dificuldades. Os ribatejanos não conseguiram criar grandes chatices. O Porto também venceu sem grandes chatices o Viana. Sofreu dois golos, houve alguns problemas no jogo, mas a Juventude de Viana não conseguiu criar assim problemas ao Porto. Parece mesmo que os dragões estão agora a melhorar, pois tiveram um mau início, com jogos abaixo do esperado, mas parece que agora o Porto está a entrar numa espiral de melhores exibições.

A Oliveirense venceu a surpresa deste campeonato, o Valongo, num grande jogo de hóquei. O Valongo em casa é sempre difícil e o Valongo deste ano é ainda mais complicado, por isso foi uma vitória difícil, mas muito importante para a Oliveirense.

O Sporting lidera com 16 pontos e o Benfica segue logo em seguida com 13 pontos, os mesmos que o Valongo que este ano se vai intrometer na luta pelos primeiros lugares.

Sem jogos no feminino nacional, passamos para Espanha onde só tivemos um jogo. O Liceo recebeu e venceu o Vendrell por 5-0 e lidera agora com 5 jogos e 5 vitórias. O Liceo é das equipas que melhor está a jogar e, mesmo com menos um jogo que o Barcelona, lidera com os mesmos 15 pontos que os catalães.

Em Itália, também houve alguns jogos adiados, mas dentro de todos os jogos destaco o Lodi que venceu por 5-1 o Trissino, do Caio e do Mustang, e assim o Lodi lidera fruto das 4 vitórias em 4 jogos.

Primeiro artigo do fim de semana, espero que gostem. Espero que estejam todos bem e que o vosso fim de semana desportivo esteja a ser bom. Até amanhã para mais um artigo a dar voz às modalidades.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *