Novo ano, ainda mais paixão pelas modalidades

Primeiro artigo do ano, mais dois dias de muitas modalidades aqui no Espartano. Espero que todos estejam bem, que o vosso Natal e a vossa entrada no novo ano tenham sido muito bons e para o novo ano nada melhor que um sábado repleto de Basquetebol, futsal e para terminar Rugby.

Basquetebol

Basquetebol Masculino

Nada melhor que começar o ano com muito basquetebol, uma modalidade comum a este primeiro artigo e ao programa.

Claro que iniciamos pela vitória do Sporting sobre o Porto por 63-57, num jogo ganho pela nossa defesa, Não foi o melhor jogo de basquetebol, nem foi aquele jogo intenso que todos estávamos à espera, mas mesmo assim foi um bom jogo de basquetebol.

O Sporting assumiu uma defesa mais zonal que serviu para que conseguíssemos anular os homens grandes do Porto, que nunca conseguiram ter vantagem, nem nunca conseguiram fazer o seu jogo. Isto porque o Porto sem Landis ia tentar usar o jogo interior e, muito bem, o nosso professor Luís Magalhães entrou em jogo com uma estratégia muito boa que anulou o jogo interior do Porto. Não contávamos era que o novo reforço do Porto conseguisse fazer um jogo como fez. Jalen Riley esteve imparável com 22 pontos, 2 ressaltos e 5 assistências. O reforço era bom, mas ninguém esperava que ele se estreasse com uma exibição destas

O Sporting defendeu bem a área pintada, mas no jogo exterior Riley esteve muito bem com 4 em 8. Chegámos a ter uma vantagem confortável, podíamos mesmo ter vencido por mais e se tivéssemos gerido melhor a vantagem podíamos ter vencido de forma mais controlada, mas mesmo assim nada a dizer nesta exibição, principalmente a nível defensivo que foi onde vencemos este jogo.

Em lances livres, conseguimos 18 em 22, se não foi o melhor jogo neste ponto, deve estar muito perto, porque era, sem dúvida, um dos nossos maiores problemas principalmente este ano. Travante teve um jogo, mais um, mais apagado e foi primeiro Ellisor e depois Diogo Ventura a assumirem todo o protagonismo. Ventura foi mesmo a nossa maior figura, o terceiro período, então, é todo dele, foi ele que nos carregou aos ombros. Um belíssimo jogo do Diogo que, finalmente, teve um jogo onde a maioria percebeu o jogador que ele é, visto que muitas vezes era até injustiçado. Ellisor também merece destaque, pois jogou muito bem, sempre quase sem erros e sempre com 3 pulmões.

Entramos em 2021 como líderes invictos e, como eu já disse, não foi realmente o jogo mais extraordinário, mas jogámos bem e vencemos sem deixar dúvidas nenhumas.

Além do Sporting, falar ainda da vitória do CAB Madeira sobre a Ovarense por 87-85, com três períodos muito equilibrados e o quarto e último a serem onde o CAB conseguiu, pela primeira vez, vencer um período e também o jogo. O equilíbrio tinha reinado e, neste quarto período, o CAB venceu por 15-35. Um CAB muito forte neste final e conseguiram mesmo vencer o jogo.

CAB perdia por 70-52 quando entrou no quarto período e aqui se percebe como foi enorme este quarto período e como eles não deram hipóteses. Um ótimo jogo com um Amen Cheeseman em alta com 25 pontos, 4 ressaltos e 1 assistências, e também o seu colega Diogo Gameiro passou das duas dezenas de pontos, chegou aos 21 pontos, 7 ressaltos e 14 assistências, um enorme jogo do Diogo.

Foi realmente um jogo com tudo, muito equilíbrio, uma Ovarense que parecia que ia vencer, mas este final foi épico e de muita qualidade, vale muito a pena acompanhar esta liga.

Por fim, falar ainda do triunfo do Vitória SC sobre a Académica por 78-83, mais um triunfo do Vitória que continua a sua boa época, ficaram assim a 1 ponto da Oliveirense que tanto tem desiludido este ano.

Sporting segue líder com 22 pontos, FC Porto em segundo, agora já não invictos, e com 21 pontos e em terceiro segue o Imortal com 19 pontos.

Basquetebol feminino

Na liga Skoiy, falamos do Benfica que perdeu com o Vagos, foi segunda derrota das jogadoras do Benfica nesta temporada. Desta vez, caíram perante o Vagos que segue em recuperação depois de uns jogos menos bons.

Neste jogo, o Vagos venceu por 64-55. 11-10 e 1 -11 foram os resultados nos dois primeiros períodos. Muito equilíbrio até aqui, mas o intervalo fez mal às jogadoras do Benfica que vieram totalmente desconcentradas e não tiveram armas para parar as jogadoras do Vagos. O terceiro período ficou 19-12, com a equipa do Vagos muito mais forte e foi aqui que selaram a vitória. No quarto período, o Vagos voltou a vencer, desta vez por 24-22, voltava o equilíbrio, mas não o suficiente para as jogadoras do Benfica recuperarem.

Susana Carvalheira voltou a fazer um bom jogo, mas do lado do Vagos foi Chelsie Schweers a grande figura com 20 pontos, 13 ressaltos e 6 assistências. Do lado encarnado, a melhor foi Mariana Silva que, com um jogo menos bom da Japonica, assumiu-se como a melhor jogadora do Benfica, conseguindo 12 pontos e 5 ressaltos. Foi mais um bom jogo da Mariana que, desta vez, assumiu o maior protagonismo no jogo encarnados.

Ainda o Vitória que também no feminino venceu, neste caso o Natação por 43-72, num jogo completamente dominado pelas vimaranenses que só no último período levantaram mais o pé, mas mesmo assim venceram sem problema algum.

O Vitória, com a derrota do Benfica, assumiu a liderança do campeonato, o Natação, por outro lado perdeu pela décima vez este ano e segue na parte debaixo da tabela. Grayson Bright com 15 pontos voltou a estar muito bem, mas foi a Sara Ressurreição que, para mim, foi a figura maior deste jogo com 15 pontos, 4 ressaltos e 3 assistências. Mais um bom jogo da Sara, uma base de qualidade e que tem sido das jogadoras em destaque neste Vitória. Do lado do Natação, a grande figura foi, como em todos os jogos, Martha Burse, base neste jogo conseguiu 22 pontos, 4 ressaltos e 3 assistências. Nada a dizer, é muito boa jogadora e volto a repetir o que já repeti tantas vezes, é jogadora para outro patamar e outro nível. 

Depois falar da equipa do Quinta dos Lombos que venceu o Galitos por 60-42. Mais uma boa vitória do Lombos em mais um jogo em que jogaram muito bem e conseguiram derrotar um adversário que cria sempre problemas. Não tiveram muitos problemas, nem precisaram de acelerar muito e nem tiveram um bom jogo em relação aos triplos. Foi novamente o jogo interior que mais funcionou e é nas tabelas que esta equipa sobressai.

Mais uma vez, Raphaella Silva esteve em grande destaque, não chegou aos 20 pontos, ficou-se pelos 19, ainda conseguiu 8 ressaltos e 2 assistências. Para além dela, também Jade Phillips, com 12 pontos, e Ndioma Kane com 14 também se destacaram muito neste jogo. Do lado do Galitos foi, sem dúvida, Wisper Fisher a estar em evidência ao conseguir 11 pontos e 10 ressaltos.

Para terminar, falar ainda do União Sportiva que venceu o Guifões por 65-80, em mais um bom jogo do Sportiva, mais um jogo em que a qualidade desta equipa saltou à vista de todos. Foi a sexta vitória em sete jogos. Seguem a jogar muito bem e sem grandes problemas depois de tudo o que aconteceu com as paragens e os casos de covid. Mais uma vez, a melhor jogadora em campo foi Nausia Woolfolk com 28 pontos, 11 ressaltos e 3 assistências. Vânia Sengo e Ana Ramos também estiveram muito bem com 17 e 11 pontos respetivamente. Do lado do Guifões estiveram Tylinn Carter e Taneka Rubin em maior destaque com 15 pontos cada.

Na classificação lidera o Vitória com 21 pontos, depois seguem as Benfiquistas com 20 pontos e em terceiras o Quinta dos Lombos com 19 pontos.

Futsal Internacional

Tal como no basquetebol, neste artigo vamos abordar outros campeonatos. Se no programa ficámo-nos pelo futsal nacional, aqui vamos ao futsal internacional onde vou destacar alguns jogos em diversos campeonatos.

Começamos, claro, por Espanha onde o Barcelona venceu o Pescados por 5-2. Os maus jogos e as piores exibições ficaram em definitivo para trás, pois foi mais um bom jogo em que entraram muito fortes, deixando claro ao que iam.

O Pescados viu-se a perder por 3-0 aos 28 minutos de jogo, tentaram responder e conseguiram, marcaram aos 29 e aos 31. Aqui o jogo animou. Barça dilatou novamente a vantagem aos 37 minutos, iniciando da melhor maneira a segunda-parte. Ótimo jogo do Barcelona, muito seguros, sem muitos erros, mesmo com a boa resposta do Pescados venceram sem grandes problemas.

No lado do Pescados, destaco o cabo-verdiano Renato Lopes que jogou muito bem, foi titular e marcou um dos golos do Pescados. Do lado do Barcelona é mais difícil escolher o melhor. Para mim foi o Ferrão que marcou um golo e teve a melhor exibição em algum tempo.

Em Espanha destacar ainda a goelada do Córdoba frente ao Parrulo por 6-2, que lhes permitiu deixar a zona perigosa da tabela e darem um “golpe” num rival direto. Com tanto em jogo para as duas equipas, o início da partida foi calmo e ninguém arriscou.

Josan González foi o primeiro a arriscar, na rotação aumentou o ritmo de jogo usando mesmo o guarda-redes avançado e com este arriscar conseguiu mesmo frutos. Josean levou o Córdoba ao golo com este aumentar de ritmo e o jogo assumiu uma toada bem diferente, ficou muito melhor e, com isso, surgiram os golos.

Com 5-1 ao intervalo o jogo estava feito, o Parrulo ainda entrou e tentou reduzir mesmo logo no início do segundo tempo, foram tentando, mas o Córdoba ia continuando mais forte, por cima e venceram assim com alguns sustos, mas uma boa e segura vitória.

Palma lidera com 28 pontos, os mesmos que o Levante, mas estes com menos 2 jogos, em terceiro está o Jimbee com 27 pontos.

Depois de Espanha, vamos até Itália falar da vitória do Acqua e Sapone frente ao Meta por 7-3. Uma entrada de loucos e um primeiro tempo de muitos golos, basta ver que ao intervalo estava 6-3. Uma loucura de jogo, como muitos golos, muitos bons momentos e o confirmar da boa temporada do Acqua, mais um bom jogo que nos deu mais um bom espetáculo de futsal.

Lukaian marcou um grande golo, mas Coco, Rafinha e Gui jogaram muito bem do lado do Acqua, com uma enorme exibição. Esta equipa vai confirmando a cada jogo a qualidade deste plantel.

Do lado do Meta, bom jogo de Josiko, não marcou, mas jogou muito bem. A grande figura foi mesmo Venâncio com dois golos e uma exibição absolutamente fantástica.

Em Itália, há a destacar ainda a vitória do Real San Giuseppe por 7-2 frente ao Genova. Depois das notícias que surgiram da existência de problemas na equipa, com os supostos problemas financeiros, a equipa entrou e jogou muito bem, vencendo sem grandes problemas.

Mais um jogo com uma entrada de loucos, pois o Real já vencia por 5-0 aos 20 minutos. Depois antes do intervalo uma boa resposta do Genova, marcaram mesmo dois golos, mas na segunda-parte o Real acabou com o jogo e no final soube gerir muito bem a vantagem.

De Luca, Portuga e Chimanguinho estiveram em grande destaque no Real e do lado do Genova esteve Pizetta e o “nosso” Jonas que jogou bem, não foi titular, mas fez um bom jogo.

Na classificação lidera o Acqua e Sapone com 31 pontos, Pesaro segue na vice-liderança com 25 pontos empatado em terceiro segue o Came Dosson.

Rugby

Terminamos este artigo de sábado com rugby, começando pela jornada de natal em França, onde o La Rochelle e Toulouse venceram sem deixar dúvidas.

O La Rochelle mostra cada vez mais o porquê de ser considerado um dos maiores candidatos ao título. Venceram em casa o Montpellier por 22 a 9 sem grandes dificuldades e com um jogador a menos. O segunda linha australiano Will Skelton recebeu o vermelho aos 18’ da primeira-parte por uma shoulder charge. Porém, a equipa não se abalou dominando a partida como se estivesse com quinze em campo.

O Montpellier perdeu a oportunidade de conquistar uma vitória importante fora de casa. A equipa está a um ponto da zona de descida, mas com três jogos a menos continuam com todas as hipóteses de garantir a manutenção. 

O Toulouse não teve dificuldades para bater em casa o Bordeaux por 45 a 23, com direito a ponto bônus ofensivo. Os occitanos mostram porque são uma das sensações da Europa liderados pelo scrum-half Antoine Dupont, que se consolida como um dos melhores do mundo na posição. A equipa não deu margem para a boa equipa adversária.

O Racing recebeu um presente de natal com este jogo, pois enfrentaram a equipa fraca do Agen em Paris. A equipa da cidade das luzes deu-se ao luxo de poupar 11 titulares e, mesmo assim, bateu os visitantes por 45 a 10, conquistando também o ponto bônus ofensivo. Nos primeiros minutos de jogo, a rotação pesou, os erros foram-se acumulando e a falta de rotinas da equipa da casa ficou evidente com os visitantes a abrirem o placar, mas aos poucos a qualidade do banco do Racing sobressaiu. O Agen fecha, assim, o ano com 12 derrotas em 12 jogos e uma das piores campanhas da história do Top 14.

Na Premiership, o Exeter Chiefs manteve a sua forma perfeita ao vencer em casa o Gloucester por 28-20. Jonny Gray fez o único try do primeiro tempo, ao passo que o início do segundo tempo se provou crucial com tries de Ollie Devotto e Sam Simmonds.

O Gloucester reagiu com dois tries, mas o try decisivo foi dos Chiefs aos 70 minutos, com Sam Simmonds novamente a ser decisivo.

Depois o Bristol Bears que, também, conquistou uma vitória importante fora de casa sobre o Harlequins, com um 27-19 de grande luta, conseguiram mesmo dar a voltar, depois de estarem a perder por 9-5 para os londrinos no primeiro tempo. A virada dos Bears veio numa segunda-parte perfeita, com tries de Luatua, Randall e Adeolokun.

Os Wasps também triunfaram fora de casa, com um precioso 26-23 sobre o forte Sale Sharks, um resultado que poderá fazer a diferença mais na frente. Yarde fez o primeiro try do jogo para os Sharks, mas Charlie Atkinson e Tom Cruse marcaram os tries que deram a reviravolta dos Wasps, que ainda capitalizaram com os pés de Lima Sopoaga. No fim, Yarde cruzou de novo o in-goal, mas os donos da casa não conseguiram responder a esta reviravolta de tanta qualidade.

Chegamos, então, ao fim deste nosso primeiro artigo deste fim de semana. Já sabem que os fins de semana aqui no Espartano são sempre das modalidades, sempre com muitos jogos e sempre com muita atualidade.

Espero realmente que todos estejam bem, espero que tenham gostado deste artigo, que gostem do vídeo desta semana e até amanhã para mais uma vez darmos toda a voz às modalidades que tanto merecem.

Até amanhã e obrigado 😊

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *