O futuro é agora!

Foi preciso estarmos a fazer uma das piores épocas a nível desportivo de que há memória, foi preciso contratar um treinador de 14 Milhões sem currículo e habilitações, foi preciso vir uma pandemia que afectou toda a nossa vida e, em particular, o futebol nacional, foram precisos 6 treinadores em 2 épocas e várias mudanças no projecto desportivo que ainda ninguém sabe qual é… Para se perceber que é na academia e nos jovens que formamos que está a solução!

Aos dias de hoje, vemos uma aposta na formação desenfreada e quase sem critério, face também à falta de qualidade do plantel criado no início da época pela dupla Varandas / Viana, em que a competência / capacidade para liderar o Sporting não abunda.

A conjuntura actual permite fazer essa aposta, uma vez que estamos arredados de qualquer tipo de luta por títulos, o que dá aos “miúdos” uma certa estabilidade para irem crescendo e ganhando experiência jogo após jogo. Se o trabalho de casa for bem feito possivelmente na próxima época muitos deles estarão no plantel da próxima época, co-ajudados por 4-5 jogadores mais experientes, de inegável qualidade que entrariam de caras no onze.

Mas sabendo nós que a dupla Varandas / Viana não abunda em competência, face aos resultados das últimas duas épocas, é melhor mesmo manter as expectativas lá em baixo e esperar que tudo corra pelo melhor…

Quanto a Rúben Amorim, a minha opinião mantém-se, até prova em contrário não é a solução para os problemas do Sporting. Acho que a sua chegada foi no timing perfeito, beneficiou da conjuntura actual, a falta de adeptos nos estádios e a não luta por títulos é uma vantagem neste momento para os jovens que estão a ser lançados que jogarem sem complexos.

A próxima época será fundamental para saber se Rúben Amorim tem cabedal para estas andanças (eu espero que sim, quem não se lembra dos primeiros 10/12 jogos de Keizer…), porque se não tiver, este salto de fé/ All In de Varandas vai ter consequências muito pesadas para o Sporting, quer a nível financeiro quer institucional.

Aliás, podemos perceber pelas declarações de Miguel Cal, ex-executivo da SAD (via twitter), que todo um projecto desportivo de Varandas e a sua direcção para curto – médio – longo prazo se baseia no sucesso, ou não, do que Rúben Amorim conseguir.

Miguel Cal: “o futuro do Sporting depende muito dele (Rúben Amorim) ”.

E quando assim é, a história lembra-nos que o futuro não será risonho…

Agora os miúdos, (não vou individualizar)

Os miúdos têm muita qualidade, como se vai percebendo. Agora é preciso enquadrá-los num projecto sólido e com uma estrutura capaz, para os ajudar a atingir patamares elevados de rendimento e competitividade. O que não é claramente o caso neste momento no Sporting, onde está mais que provado que a dupla Varandas / Viana, não tem competência nem conhecimento para criar um projecto sustentável, com uma estrutura forte e competente para a obtenção do máximo rendimento/sucesso possível.

Concluindo, é esperar que de facto Rúben Amorim tenha sucesso naquilo que ele idealiza para a equipa, que nós sócios/adeptos cá estaremos para os apoiar dentro do campo, porque o futuro é criado hoje.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *