Parabéns a ti, grande Sporting Clube de Portugal!

Lembro-me que quando era pequeno, alguns familiares e amigos doutros clubes me perguntavam: “oh Francisco, mas porque raio és do Sporting?”. Não tinha idade para entrar em grandes discussões, nem sabia argumentar como sei hoje, portanto a minha resposta era a de qualquer criança: “porque é o melhor!”.

Rapidamente percebi que essa resposta gerava uns risos e quase que automaticamente me respondiam que nunca ganhávamos etc, etc. Eu ficava confuso, sem saber o que fazer ou dizer e ia para o meu quarto chateado a pensar que um dia o Sporting iria vingar todas aquelas palavras que me tinham sido dirigidas.

Os anos foram passando e eu fui ganhando maturidade para perceber que o Sporting não só me iria vingar, como já o tinha feito e como o fazia todos os dias, ano após ano! O meu interesse pelo clube foi ficando cada vez maior.

Fui à procura de factos e mais factos que me deixassem cada vez mais orgulhoso do meu coração verde. O meu coração refém de um clube tão grande que o obrigava a ser a única entidade desportiva com 2 museus.

Hoje, fico feliz por saber que o Sporting foi quem abriu as portas para um jornalismo no próprio clube, quando a 31 de Março de 1922 se tornou o 1º clube do mundo a lançar um jornal próprio; orgulha-me pensar no Peyroteo e na sua média de golos que continua a ser a melhor de sempre no futebol mundial (1.68g/j). Fico feliz por saber que o 1º jogador português a representar a seleção da Europa foi o nosso José Travassos. Alegra-me saber que somos o único clube mundial que formou dois bolas de ouro e é engrandecedor para qualquer sportinguista recordar que nos últimos (quase) 60 anos, houve sempre atletas leoninos a defender as cores do nosso país nos Jogos Olímpicos, sendo que muitos deles trouxeram medalhas para este cantinho da Europa e foram aplaudidos no nosso José Alvalade.

Podia ficar aqui todo o dia a enumerar coisas que me dão orgulho neste clube, os recordes de golos por época, os recordes de participações nos Olímpicos, sermos o clube que mais jogadores cedeu à seleção do nosso país, sermos o clube com mais núcleos, filiais e delegações por esse mundo fora (+380), as inúmeras condecorações e por aí adiante, mas não!

Hoje quando me perguntam o porquê de ser do Sporting, eu já não fico sem saber o que dizer, mas ao mesmo tempo, sei que não são estas as razões que me fazem vibrar, sorrir, chorar, festejar e desiludir-me por ti! Como se costuma dizer, não se explica, sente-se!

Por isso, hoje respondo com orgulho “Sou do Sporting, porque não poderia ser de mais nenhum!” Parabéns a ti grande Sporting Clube de Portugal e parabéns a todos os que, tal como eu, não conseguem explicar, mas com muito esforço, dedicação e devoção em busca da glória te sentem…e muito!

SL

imagem de destaque: todos os créditos vão para os proprietários por direitoo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *