Sporting CP vs Aberdeen FC: Dúvidas e mais dúvidas

Esta pré-época não foi nada como o habitual. Lembrando que o começo da pré época costuma ser um estágio na Suíça, mas as condições mundiais com a pandemia não foram favoráveis para estágios no estrangeiro e, para tal, o Sporting fez a sua pré-época com o habitual jogo frente ao escalão inferior (no ano passado eram os sub 23, este ano foi a equipa B), no qual perdemos.

Seguido do estágio em Lagos, no qual fizemos três jogos, um à porta fechada e dois com transmissão televisiva. Ganhámos os dois transmitidos e o à porta fechada perdemos. E concluímos a pré época, mais cedo do que o previsto, frente ao Valladolid numa excelente reviravolta em Alverca. Um teste ao nosso nível europeu com sucesso.

Esse teste europeu será posto à prova na quinta feira, 24 de Setembro, pelas 20h00, em Alvalade, frente aos escoceses do Aberdeen FC . Uma equipa da qual não tenho muitas informações, fora o seu jogo muito forte em bolas paradas, algo que tem sido um ponto fraco muito evidente nos últimos anos no Sporting.

No Sporting, em termos de Covid, parece estar perfeitamente ultrapassado na equipa de futebol, ao contrário dos outros departamentos desportivos dos leões.

Relativamente ao jogo em si, não tenho muito que dizer. Esta pré época foi muito vaga em sinais que os jogadores possam ter dado para fora. De salientar que o Sporting, nos jogos transmitidos, tem atacado muito pela esquerda, o que poderá indicar que seja o lado mais preparado em termos atacantes com o Pote, Nuno Santos, Nuno Mendes, com Jovane a poder ocupar aquele espaço.

Por falar em Jovane, com a falta de opções para o ataque, Rúben Amorim tem usado o extremo na posição de ponta de lança, algo que pessoalmente não me deu muitos sinais positivos.

Relativamente ao meio, a entrada do Feddal, no seu primeiro jogo não foi das melhores, dando o penalti para o Valladolid, mas depois acabou por fazer o golo que iniciou a reviravolta.

Gonçalo Inácio deu muitos apontamentos positivos, Coates não há muito a dizer, Eduardo Quaresma deu provas do que era capaz na época passada e está muito preparado para o futuro, seja no Sporting ou não. Já Neto será o óbvio suplente.

No meio campo, Wendel deve ser titular absoluto, pelo que nos dá no jogo e ao mesmo tempo um potencial a sair do clube. Como seu companheiro será entre Matheus Nunes ou o próprio Pote, ou Palhinha. Doumbia será para sair, caso o Palhinha fique e o Rodrigo Fernandes seria o suplente do Palhinha ou para emprestar.

Já no lado esquerdo, temos os laterais Ristovski e o novo no plantel, Porro. Muito sinceramente ainda não entendi quem será o titular, mas diria que, para começo, Rúben Amorim apostará na contratação.

Quanto a extremos, Plata ainda não se adaptou ao sistema, poderia haver alguma adaptação com o Vietto para o lado direito ou outro extremo. E a ponta de lança, preferencialmente será o Sporar, mas Rúben Amorim já preparou segundas vias, como eu disse, o próprio Jovane ou o Tiago que está numa excelente fase, como mostrou na pré-época.

Em outros detalhes a salientar, temos a renovação de contrato de Joelson, que poderá voltar aos planos da equipa para aquele lado esquerdo, e Daniel Bragança, que dá futuro ao meio campo e muita qualidade do jovem português, distinguido como o melhor jogador da Liga Pro da época passada, onde jogou pelo Estoril.

Amanhã, como é óbvio, é para ganhar, mas espero um jogo difícil, porque a equipa adversária tem 8 jogos oficiais (6 no campeonato e 2 na Liga Europa).

Vou tentar o primeiro 11 oficial da época e tendo em conta todas as baixas pelo Covid.

Até à próxima e cuidem se.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *