Sporting – Títulos e Balanço de uma época de glória

A época de 2020/21 vai ficar para sempre na memória dos Sportinguistas. Desde o título de Campeão Nacional no Futebol, 19 anos depois, das conquistas Europeias da Liga dos Campeões de Futsal e Hóquei em Patins até ao título de Campeão Nacional de Basquetebol que nos escapava há 39 anos.

Principais Títulos do Sporting 2020/21

Futebol

  • Campeonato Nacional de Futebol 2020/21
  • Taça da Liga 2020/21

Basquetebol

  • Campeonato Nacional de Basquetebol 2020/21
  • Taça de Portugal 2019/20
  • Taça de Portugal 2020/21

Futsal

  • Liga dos Campeões Futsal 2020/21
  • Campeonato Nacional de Futsal 2020/21
  • Taça de Portugal 2019/20
  • Taça da Liga 2020/21

Hóquei em Patins

  • Liga Europeia de Hóquei em Patins 2020/21
  • Campeonato Nacional de Hóquei em Patins 2020/21

Voleibol

  • Taça de Portugal 2020/21

Outras Modalidades

Atletismo

  • Campeonato Nacional de Atletismo de Pista Coberta (Masculino) 2020/21
  • Campeonato Nacional de Atletismo de Pista Coberta (Feminino) 2020/21
  • Campeonato Nacional de Atletismo de Corta-Mato (Masculino) 2020/21
  • Campeonato Nacional de Atletismo de Corta-Mato (Feminino) 2020/21
  • Auriol Dongmo -Campeã da Europa (Lançamento do Peso)
  • Patrícia Mamona -Campeã da Europa (Triplo Salto)

Judo

  • Jorge Fonseca – Bicampeão do Mundo (-100Kg)

Ténis de Mesa

  • Campeonato Nacional de Ténis de Mesa 2020/21
  • Supertaça de Portugal 2020/21

Futebol

Dezanove anos depois, o Sporting voltou a ser Campeão Nacional de Futebol, numa temporada em que estivemos praticamente o tempo todo a liderar a tabela classificativa. Foram 32 jogos consecutivos que o Sporting esteve sem conhecer o sabor da derrota e em que manteve a invencibilidade, o que é atualmente o novo recorde do clube e também do próprio campeonato.

Com 85 pontos e a melhor defesa do campeonato com apenas 20 golos sofridos, o Sporting foi o justo Campeão.

Esta época, a juntar à conquista do Campeonato Nacional, o Sporting em janeiro foi também o vencedor da Taça da Liga. Eliminou o Mafra antes de alcançar a Final Four e depois ultrapassou o Porto e o Braga para levantar este troféu pela terceira vez.

Na Taça de Portugal, fomos eliminados pelo Marítimo no jogo dos 1/8 de final da competição.

Futebol na Europa

Em termos europeus, a época não correu de feição, uma vez que o Sporting foi eliminado precocemente na competição. Depois de termos eliminado o Aberdeen na Escócia, na terceira pré-eliminatória da Liga Europa, acabámos por ser derrotados pelo Lask Linz e ficámos de fora da fase de grupos.

O facto de termos saído precocemente da prova, também permitiu à equipa focar as suas atenções no Campeonato Nacional que acabámos por conquista.

Andebol

Esta época não correu de feição para o Andebol. Foi a única modalidade de pavilhão que não conquistou qualquer troféu na presente época.

O Campeonato Nacional, ao contrário das restantes modalidades de pavilhão foi realizada apenas em fase regular. Terminámos na segunda posição, com apenas 3 derrotas no campeonato, duas delas contra o Porto que se sagrou o vencedor, sem qualquer derrota nesta prova.

A saída de Frankis Carrol, jogador de destaque do andebol leonino, que saiu a meio da época, também não ajudou a chegarmos aos objetivos. Os reforços que chegaram para colmatar a sua saída foram insuficientes para permitir ao Andebol triunfar na presente temporada.

O Sporting alcançou a final four da Taça de Portugal, mas foi afastado da final ao ter sido eliminado pelo Benfica. Se juntarmos à outra derrota contra este rival na última jornada do Campeonato, dos cinco jogos realizados frente aos rivais, apenas vencemos um ao longo do ano.

Andebol na Europa

Esta época, o apuramento para a Liga dos Campões de Andebol funcionou por candidatura. Como equipa que só nos últimos anos participou na competição, ficámos de fora das escolhas para a competição que disputámos nas últimas épocas.

Depois de não ter sido aceite a nossa candidatura para a Liga dos Campeões de Andebol, o Sporting teve que defrontar uma pré-eliminatória que nos permitiu alcançar a Liga Europeia, antiga Taça EHF. Cada grupo contou com 6 equipas e os primeiros quatro classificados apuravam-se para os 1/8 de final da competição.

O Sporting ficou em 4º lugar no grupo B, com 5 vitórias e 5 derrotas, o que permitiu ultrapassar a fase de grupos e ter alcançado os 1/8 de final da competição. Nos 1/8 de final, o Sporting defrontou o vencedor do grupo A, o Wisla Plock. Apesar da derrota por 4 golos no jogo da primeira mão, no Pavilhão João Rocha (25-29), fizemos um excelente jogo na Polónia e vencemos por três golos, (25-28), ainda que insuficiente, podemos dizer que “caímos de pé”.

Basquetebol

Conquistámos o Campeonato Nacional 39 anos depois. Na época anterior estivemos sempre na liderança da fase regular, mas devido à interrupção das competições, fruto da pandemia, ficámos privado de podermos assistir às conquistas desta modalidade que foi aposta do atual Conselho Diretivo. Vencedores da fase regular, ultrapassámos nos playoffs as formações de Vitória de Guimarães, Benfica e Porto para alcançar o título de Campeão.

O Basquetebol conquistou ainda a Taça de Portugal referente à época anterior, conquistou a Taça de Portugal da presente época e ficou apenas em falta a conquista da Taça Hugo dos Santos, uma espécie de Taça da Liga desta modalidade.

Basquetebol na Europa

Participámos no Playoff de acesso à Liga dos Campeões da FIBA, por sermos a equipa que se encontrava com a melhor classificação na época anterior, quando a competição foi suspensa devido à pandemia.

Vencemos o primeiro jogo com o Fribourg Olympic (84-78), mas no jogo seguinte fomos derrotados pelo Igokea por (64-70).  Após derrota nesta fase de playoff disputada na Bulgária, automaticamente ficámos inseridos na FIBA Europe Cup. Esta competição que iniciou a 26 de janeiro.

Ficámos inserido no grupo C e esta fase da competição foi disputada na Polónia em Wloclawek.

A contratação de Micah Downs no mercado de inverno foi reveladora na aposta nesta competição, no entanto, o Sporting saiu derrotado nos três jogos realizados.

Frente ao Ness Ziona (Israel) perdemos por (81-86), contra o Klub Sportowy Stal Ostrów Wielkopolski, conhecido simplesmente por BM Slam Stal por motivos de patrocinadores, fomos derrotados por (83-85) e, diante do Szolnoki Olajbányász (Hungria), a derrota foi por (67-78).

Neste primeiro ano nas competições europeias da modalidade, mostrámos que ainda estávamos verdinhos e esperamos dar uma resposta diferente já no próximo ano.

Futsal

Época fantástica da equipa de Futsal. Vencedora da fase regular, esta equipa ultrapassou nos playoffs o Portimonense, os Leões de Porto Salvo e terminaram a temporada a festejar o Campeonato Nacional na casa do rival, Benfica. A equipa de Futsal também conquistou a Taça de Portugal, referente ao ano anterior, e conquistou a Taça da Liga.

A aposta na juventude nesta modalidade deu os frutos necessários que permitiram aos nossos leões conquistarem todas as competições esta época, com invencibilidade ao longo de todo o ano, apenas tendo perdido o jogo 2 da final do playoff com recurso ao prolongamento.

Futsal na Europa

Este ano, o Futsal teve um novo formato, deixando de existir a habitual ronda de Elite antes da Final Four. Nesta época todos os jogos foram a eliminar, apenas uma mão até a uma Final 8 nos mesmos moldes.

Deixámos de ser os atuais Campeões Europeus, uma vez que houve continuidade da prova que foi suspensa devido à pandemia e o Barcelona sagrou-se o novo campeão europeu no início da época.

No dia 16 de janeiro, o Sporting venceu o Gentofte (DEN), no pavilhão João Rocha, uma vitória de 12-1 que foi o resultado com a maior diferença de golos nesta eliminatória.

Nos oitavos de final, defrontámos o Chrudim (CZE) da República Checa. Este jogo, que também foi realizado no pavilhão João Rocha, vencemos por 5-1. Com esta vitória garantimos o lugar na Final Eight.

Zagreb foi o palco que acolheu esta prova e nos quartos de final enfrentou os russos do KPRF e venceu por 3-2, qualificando-se, assim. para as meias-finais da competição.

O adversário que se seguiu foi o Inter Movistar e os nossos leões conseguiram o acesso à final com uma vitória por 5-2 diante deste adversário, que é o que tem mais títulos nesta competição. Seguiu-se o Barcelona que o Sporting venceu por 4-3 e sagrou-se pela segunda vez Campeão Europeu de Futsal.

Futebol Feminino

O Futebol Feminino do Sporting este ano foi incapaz de conquistar de títulos. Fez uma excelente fase regular na zona sul, onde venceu todas as suas partidas, incluindo o jogo na casa do rival por 3-0.

Na fase de apuramento de campeão também liderou a classificação. Na primeira volta, com um empate frente ao Famalicão na 1ª jornada, foi o único jogo em que não conseguiram o sabor da vitória. Foi apenas nas últimas duas jornadas da prova com derrotas em Braga e Benfica em pleno José Alvalade que permitiram que as rivais se sagrassem as vencedoras desta prova.

O Sporting também alcançou a final da Taça da Liga esta época. O jogo da final realizou-se em Leiria e o Sporting saiu derrotado por 2-1 contra o Benfica. Começaram a perder por 2-0 e, após expulsão de uma jogadora adversária, conseguiram reduzir o marcador, mas o resultado foi insuficiente para trazerem a taça para Alvalade.

Futebol Feminino na Europa

Quando a época anterior foi interrompida devido à pandemia, era o rival que liderava a tabela classificativa da fase regular, desse modo foram elas a participarem nas provas da UEFA, ao invés do Sporting. Portugal que ocupa o 23º lugar do ranking, apenas classifica uma equipa para esta competição europeia, o que fez com que o Sporting ficasse ausente da europa no Futebol Feminino da presente época.

Hóquei em Patins

Este ano regressaram os playoffs como forma de terminar a competição de hóquei em patins. O Sporting que até começou a época regular a liderar a tabela, viu-se obrigado devido à pandemia a adiar diversos jogos que se realizaram mais tarde.

As dificuldades que se fizeram surgir impediram o Sporting de conseguir alcançar o topo nesta fase regular. O Sporting alcançou a segunda posição na tabela classificativa apenas na última jornada, beneficiando de uma derrota do Óquei de Barcelos na casa do Benfica na última jornada.

Nos playoffs, o Sporting ultrapassou Valongo, Óquei de Barcelos e o Porto na final, sagrando-se Campeão Nacional pela nona vez.

Esta época, a Taça de Portugal foi cancelada e, apesar de se terem realizado algumas eliminatórias precoces, não teve seguimento. Por sua vez, a Federação Portuguesa de Patinagem lançou uma nova competição, semelhante à Taça da Liga, a Taça 1947 que envolve os primeiros 8 classificados da primeira volta da fase regular, o Sporting alcançou a final, mas foi derrotado pelo Benfica.

Hóquei em Patins na Europa

Começámos a época como Campeões da Europa de Hóquei em Patins, uma vez que a Liga Europeia da época anterior foi suspensa e não retomou.

Esta época realizou-se o sorteio de grupos da Liga Europeia, no entanto a prova foi dada como suspensa, sem se ter realizado qualquer partida, mas sempre com uma abertura para um novo anúncio da competição

A World Skate Europe, responsável pela organização da prova, anunciou meses depois, que a prova se iria realizar noutro formato. Apenas houve 9 inscrições de equipas para participar na prova, 5 equipas portuguesas e 4 espanholas.

A prova disputou-se entre 9 e 11 de abril, no pavilhão do Luso em Aveiro, tendo o Sporting realizado duas partidas. O Réus e a Oliveirense foram os dois adversários. De três grupos de três equipas, o vencedor de cada grupo e o 2º melhor classificado entre todos os grupos apuravam-se para a final four.

O Sporting venceu o Réus por 5-3 e empatou 5-5 frente à Oliveirense. Como a Oliveirense fez um resultado com uma vantagem maior no marcador, o Sporting apurou-se como o melhor segundo classificado.

Na final four que se realizou nos dias 15 e 16 de maio e apenas contou com equipas portuguesas, o Sporting eliminou o Benfica através das grandes penalidades, após 5-5 na partida no encontro das meias-finais e venceu por 4-2 o Porto na final, o que permitiu ao Clube tornar-se Bicampeão Europeu, pela primeira vez nesta modalidade.

Voleibol

Uma época de grandes dificuldades para a equipa de Voleibol, no entanto foi possível ao Sporting conquistar a Taça de Portugal numa final contra o Benfica.

A equipa feminina também alcançou a final da competição, mas foi derrotada pela formação do Leixões.

No Campeonato Nacional, realizaram-se duas fases regulares, sendo que na 1ª nem todas as equipas realizaram o mesmo número de jogos. Na segunda fase regular, o Sporting terminou em terceiro lugar com onze vitórias e três derrotas e teve de enfrentar o rival Benfica no jogo das meias-finais do playoff.

O Sporting saiu derrotado por 3 jogos a 0 e foi relegado para defrontar o Espinho e o Esmoriz para a Taça Federação. No entanto, apesar de termos derrotado os primeiros, a equipa do Esmoriz foi mais forte e venceu por 3 jogos a 1, conquistando assim a Taça Federação.

Relativamente à equipa feminina, o Sporting terminou na segunda posição da fase regular, defrontando o Leixões nas meias-finais do Playoff. Tal como na Taça de Portugal, voltaram a sair derrotadas por 3-2. Ao contrário da equipa masculina, as nossas leoas depois enfrentaram Benfica e Aves e acabaram por serem as vencedoras da Taça da Federação.

Voleibol na Europa

Na época passada, estávamos nas 1/2 finais da Challenge Cup, quando a competição foi suspensa devido à pandemia. A competição não voltou a retomar

Esta época, em novembro, o Sporting afastou a equipa alemã do Giesen nos 1/16 de final da prova. Com o apuramento nesta eliminatória, deslocámo-nos até à Ucrânia para disputar a final eight. Fomos derrotados por (1-3) frente ao Prague, o que nos impediu de alcançar as semifinais que tinham alcançado nas duas últimas edições e, por isso, ficámos aquém das expetativas.

Atletismo

O Atletismo é uma modalidade histórica do Sporting Clube de Portugal e a mais titulada em termos europeus. Se anteriormente era a equipa masculina que trazia mais conquistas para o clube, no passado recente tem sido a equipa feminina.

O Sporting sagrou-se Campeão Nacional de Pista Coberta em masculino e feminino e sagrou-se também Campeão Nacional de Corta-Mato masculino e feminino na presente temporada.

Ainda se encontram por realizar os Campeonatos Nacionais de Pista ao Ar Livre, a realizar no fim de semana de 3 e 4 de julho, e em que o Sporting poderá juntar mais duas conquistas aos títulos alcançados já na presente temporada.

Atletismo na Europa

Por 2020 se tratar um ano de Jogos Olímpicos, as Taças dos Clubes Campeões Europeus de corta-mato e pista ao ar livre já não fizeram parte da calendarização de provas da época anterior.

A equipa feminina de atletismo do Sporting Clube de Portugal ainda é bicampeã europeia de corta-mato e vice-campeã europeia de pista ao ar livre.

Só na próxima época é expetável que as provas europeias de clubes retomem a sua calendarização.

Em relação a provas individuais, Patrícia Mamona sagrou-se Campeã Europeia ao vencer a prova do triplo salto no Campeonato Europeu de Atletismo de Pista coberta, que se realizou em Torún na Polónia, no decorrer do mês de março.

E não foi a única, também Auriol Dongmo conseguiu a medalha de ouro no lançamento do peso e é a atual detentora da melhor marca mundial do ano.

Imagem, crédito a Sporting Clube de Portugal

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

O Espartano